ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

29 de out de 2011

A visão nos primeiros meses de vida

É interessante conhecer o desenvolvimento da visão das crianças para entender por que elas gostam tanto de cores vivas. Brinquedos, roupas e objetos com cores contrastantes estimulam a curiosidade visual do bebê e interferem em todo seu desenvolvimento.

As figuras abaixo são uma representação aproximada de como pode ser a visão do bebê nas diferentes fases dos primeiros meses de vida.


Um mês de vida
A visão é borrada como no nascimento, porém o contraste é melhor.



Dois meses de vida
O progresso é maior, mas a visão ainda é desfocada e as cores e contrastes ainda não são bem percebidos.



Três meses de vida
Existe um sensível progresso na percepção das cores, contraste e nitidez. As imagens já não são tão desfocadas.



Seis meses de vida
A criança já tem uma visão bem próxima à visão do adulto. O estímulo visual já é maior e o interesse por cores vivas e contrastantes cada vez maior.




Visão do adulto



FONTE:  http://www.oftalmopediatria.com.br/texto.php?ct=2&ano=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT