ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

13 de mai de 2009

AMBLIOPIA – Um mal silencioso, mas que tem cura.


NOTA DE ESCLARECIMENTO: Queridos colegas, diante da quantidade de emails enviados com dúvidas e pedidos de modelos de atividades, resolvi acrescentar a esta postagem as seguintes informações:
1. Sabemos que os atendimentos de estimulação apresentam melhor resultado com crianças em fase de desenvolvimento visual (até os 13-14 anos). Entretanto, tenho experienciado alguns resultados positivos com pessoas com mais idade. Não existe nenhuma comprovação escrita ou registrada que eu saiba e tampouco contra-indicação para o treino dessas atividades. O que não se pode e não se deve é ocluir nenhum dos olhos, pois, poderá prejudicar o funcionamento dos mesmos. No entanto, eu, acredito que com algumas atividades específicas de acomodação será possível, pelo menos, minimizar tais dificuldades. Mas.. vejam bem... SUGIRO QUE DEVAM PROCURAR A OPINIÃO DO SEU MÉDICO-OFTALMOLOGISTA.
2. As atividades se encontram em artigos publicados aqui no blog, bem como no blog SOS PRODUZINDO E RECICLANDO RECURSOS.



 A expressão ambliopia é originária do grego (amblios = lerda e ops = visão) e significa literalmente “visão lerda”. Trata-se da deficiência de desenvolvimento normal do sistema visual de um ou, mais raramente, ambos os olhos (uni ou bilateral), sendo os 3 primeiros meses de vida considerados período crítico neste processo e durante o período de maturação do SNC (Sistema Nervoso Central) - especificamente causando limitações ao progresso da visão (que é maior em sua amplitude até aproximadamente os 6-7 anos de idade) - sem que haja lesão orgânica ou com uma lesão orgânica desproporcional à intensidade da baixa visual.
“A visão binocular tem um rápido desenvolvimento a partir da coordenação ocular dos 3 até os 12 meses, o que proporciona a percepção espacial e a visão de profundidade. As conexões celulares e a plastificação neuronal são intensas até os 3 anos, por isso as alterações visuais como ambliopia e estrabismo devem ser corrigidos de preferência no primeiro ano de vida, para resultados de grande eficiência.” (MEC, p.46)
A baixa acuidade visual encontrada na ambliopia é devida ao desenvolvimento incompleto da visão foveal, estando a visão periférica preservada e o campo visual e acuidade escotópica normais. Isso quer dizer que a causa desse déficit não está especificamente no olho, mas sim, na região cerebral correspondente à visão e que não foi devidamente estimulada no momento certo (“o olho não aprende a ver”), assim, se ocorrerem alterações que impedem o foco de imagens nítidas na retina, o olho não amadurece a visão.
O olho amblíope não apresenta um amadurecimento normal da visão e é popularmente conhecido como “olho preguiçoso”, mesmo assim, não se encontra nenhuma lesão ocular ao exame oftalmológico, as estruturas oculares apresentam-se aparentemente normais (sem alteração orgânica), ou seja, é um problema puramente funcional, podendo ocorrer mesmo que a criança faça uso de óculos.
Em outras palavras, ambliopia é uma disfunção (um defeito para o qual não existem causas orgânicas, estruturais, do olho, nem do sistema de formação de suas imagens) revelada, sobretudo, por diminuição da acuidade visual. Tanto que um dos sinais mais típicos da ambliopia é o da discrepância entre a acuidade visual tomada com figuras isoladas e a da aferida com figuras de mesmo tamanho, mas agrupadas, ou simplesmente emolduradas por barras, isto é, com influência de contornos (onde a acuidade visual tomada é menor do que a tomada com figuras de mesmo tamanho, mas isoladas), por depender de funções corticais mais elaboradas, perceptuais e cognitivas, daí a dificuldade de desempenho.
Sabemos que cada um dos dois olhos envia uma imagem para o cérebro, e este precisa juntá-las formando uma só. Quando ambos fixam num ponto comum, enviam uma mesma imagem obtendo assim facilmente a fusão destas imagens. Porém, quando cada olho está fixando num ponto dessemelhante, o cérebro recebe duas imagens distintas entre si e não consegue juntá-las. Como defesa, o cérebro elimina automaticamente a imagem que vem do olho desviado causando a supressão deste olho, impedindo-o de seu desenvolvimento visual tornando-o mais fraco (amblíope ou olho preguiçoso).
Qualquer fator que impeça a formação do foco da imagem na retina são terríveis causadores deste mal, tais como:
• Estrabismo (olho torto): maior responsável por grande parte dos casos (devido diferença de erro de refração entre os olhos – alta hipermetropia e astigmatismo). O estrabismo acontece quando ocorre desarmonia entre os dois eixos visuais paralelos e tal alteração é perene, entretanto, o estrabismo intermitente não acarreta deficiência grave. A visão foveal do olho desviado será inferior à daquele que fixa normalmente pela mácula.
• Ametropia: erros refracionais significativos e não corrigidos em ambos os olhos impedem a formação de uma imagem nítida, dificultando o pleno desenvolvimento da acuidade visual.
• Anisometropia: diferenças superiores a 2,0 dioptrias entre ambos os olhos (seja por miopia, hipermetropia ou astigmatismo) poderão gerar uma interação binocular irregular, ocasionando um fenômeno de supressão na visão do olho mais prejudicado. Em crianças, quando não corrigida a tempo, a anisometropia pode inclusive levar à ambliopia no olho que tem um maior erro de refração.
• Por privação (ou "ex-anopsia"): é originada pela existência de um obstáculo à chegada da luz à retina em toda a sua magnitude, evitando a formação de uma imagem bem definida. Os agentes podem ser: leucoma corneano, catarata congênita uni ou bilateral, ptose palpebral, opacidades vítreas, hifema, dentre outras.
Apesar de sua incidência em crianças em idade escolar ser de aproximadamente 4%, em geral, é prevenível ou tratável nos primeiros anos de vida. A prevenção da ambliopia definitiva está no exame oftalmológico de todas as crianças antes dos dois anos de idade. No entanto, nos casos dos estrabismos de pequeno ângulo, bem como diferenças de grau, pode passar despercebida aos pais e ao médico não especialista.
Na maior parte dos casos, a ambliopia deve ser detectada e tratada antes da idade escolar, quando a visão ainda está em pleno desenvolvimento, porém não é fácil de ser detectada, principalmente pela criança, pois estas não possuem maturidade e nem conhecimento para que percebam tal impedimento. A não ser que esteja associa com outra doença, como Estrabismo, é difícil de reconhecer a ambliopia. Recomenda-se que as crianças sejam examinadas por um oftalmologista antes dos 3 anos de idade. O pediatra ou médico da família deve encaminhar a criança antes deste período caso identifique algum sinal de alteração ocular. Caso exista uma história familiar de estrabismo, catarata congênita ou outra doença ocular da infância o oftalmologista poderá examinar a criança mais precocemente.
Seu oftalmologista pode fornecer a orientação adequada para corrigir a ambliopia. O tratamento clássico e mais conhecido ainda começa com o uso de correção óptica (se indicada) seguida da oclusão do olho de melhor visão, desta forma, induzirá o “olho preguiçoso” ao trabalho. No caso da ambliopia acontece, por alguma razão, o olho não conseguir melhorar a visão apenas usando a correção óptica (óculos).
É importante salientar que as ambliopias não tratadas até os seis anos de idade são consideradas irreversíveis. O tempo para oclusão depende da intensidade e da idade do paciente (o médico-oftalmologista especialista é quem dirá o tempo e a duração desta conduta).
A participação dos pais é fundamental, pois, a oclusão do olho bom comumente não é bem aceita pela criança (que não quer ficar apenas com o olho ruim) e a persistência dos pais no tratamento deve ser mantida para a recuperação da visão da criança. O sucesso do tratamento depende do interesse e envolvimento dos pais e de sua habilidade em conquistar a confiança e colaboração da criança.
Não adianta tratar exclusivamente a causa da ambliopia, deve-se também coagir o cérebro a valer-se do olho fraco para estimulá-lo e, mesmo que o olho fraco recupere-se talvez seja preciso o uso parcial do tampão para manter o desenvolvimento (fato este que justifica literalmente o uso do tampão no período do tratamento que poderão perdurar dias, semanas, meses e até anos – pode prolongar-se até os 9 anos de idade e possivelmente, quando o tratamento é seguido corretamente, sob orientação médica e na época adequada, após essa idade a cura ocorre na grande maioria dos casos). Em algumas circunstâncias, principalmente quando a ambliopia é bilateral, é necessário realizar a oclusão alternadamente, ou seja, primeiro no olho direito e depois no olho esquerdo (geralmente com intervalo de 24hs entre uso de tampão para cada olho).
Em casos menos extremos são prescritos óculos para corrigir erros na focalização. Ocasionalmente usam-se colírios ou lentes no olho bom. Eles embaçam a vista para que o outro olho seja usado.
Uma vez instalada, a ambliopia pode ser revertida ("curada"), mas na dependência de alguns fatores. Basicamente, todavia, as medidas terapêuticas dizem respeito à "aprendizagem" visual, pelo sistema sensorial imaturo e afetado. A eficácia no tratamento varia de acordo com:
1. Idade: é fator fundamental para todos os casos, já que a ambliopia pode ser entendida como decorrente do não estabelecimento das competências neuronais (visuais), por suas vezes dependentes de estimulações visuais adequadas e precoces. Não há padrões fixos, mas a regra vale para todos os tipos: quanto mais cedo se puder iniciar o tratamento, melhor. Nas ambliopias por privação, a recuperação total dos valores de acuidade visual é muito difícil, mesmo com a correção da causa (nos casos de cirurgia de catarata congênita) e a suplementação óptica realizadas bem precocemente. Contudo, nas ambliopias por estrabismos, são comuns as recuperações completas, apesar de idades de início de tratamento relativamente tardias (ex: 7-8 anos).
2. Erradicação das causas: embora nem sempre suficiente, a remoção de opacidades (cirurgia de uma catarata congênita, de um leucoma, etc.) e a compensação óptica apropriada (lentes corretoras de defeitos ópticos) são, geralmente, as únicas medidas plausível no caso das ambliopias de privação e no das altas ametropias. Quando o elemento ocasionador é o cortical, "ativo" (a supressão), a estimulação à recuperação torna-se indispensável. Em casos de estrabismos a correção do desvio dos eixos visuais (levando à diplopia e à confusão mental) favorece-se por sua conseqüência (a ambliopia), isto é, primeiro trata-se da ambliopia (há casos em que se percebe melhora e/ou cura dos estrabismos existentes). Nos episódios onde ocorrem apenas melhora a correção cirúrgica do estrabismo deve é feita após o tratamento da ambliopia. Mas nisso não há um paradoxo, posto que o fator causal da ambliopia seja a supressão cortical e não o estrabismo em si mesmo.
3. Estimulação visual (“aprendizagem visual”): a estimulação cortical será igualmente mais eficaz quanto mais apto ao "aprendizado" estiver o sistema sensorial, ou seja, quanto mais cedo essas conexões neuronais puderem ser estabelecidas. O esquema terapêutico também dependerá de uma série de fatores por isso deve ser indicado e administrado pelo médico-oftalmologista especializado.
De acordo com Fonseca (1995), além das dificuldades visuais, ambliopia poderá favorecer a aquisição de dificuldades de aprendizagem ocasionadas por alterações no funcionamento do sistema sensorial principal, a visão, ocasionando assim problemas perceptivos que comprometem a discriminação, síntese, memória e relação espacial e visualização.
Há episódios em que o processo de estimulação à visão do olho amblíope é feito por atenuação dos estímulos chegados ao outro olho, o dominante, de modo que prevaleça a preferência pelo primeiro olho, o amblíope. Esse enfraquecimento, ou medida repressiva do olho “bom” pode ser feita por oclusão translúcida ou até mesmo por anteposição de uma lente propositalmente inadequada á correção óptica, criando-se assim uma anisometropia. Obviamente esse artifício só deve ser recomendado se, com o enfraquecimento, a preferência visual mudar do olho de melhor visão para o olho tratado.
4. Adesão ao tratamento: a determinação e disciplina na bom emprego da oclusão do olho "bom" são fundamentais na obtenção dos bons resultados.
5. Gerenciamento: alterações no esquema terapêutico são freqüentes e necessárias, tanto no sentido de propostas de aumento do rigor nas aplicações, se as respostas então obtidas estiverem abaixo das esperadas, quanto em suas reduções, se forem boas.
6. Acompanhamento: é freqüente as possíveis recaídas da visão no olho amblíope e talvez seja necessária a eventual retomada da terapêutica, por isso, recomenda-se, mesmo após a normalidade da acuidade visual ou obtenção da equalização da visão nos dois olhos, que a alta definitiva não seja dada antes das idades em que os valores de acuidade visual se tornem muito bem consolidada (entre 9-12 anos de idade).
Eis aqui algumas recomendações importantes:
- A verificação da acuidade visual em idade pré-escolar é fundamental para a prevenção de muitas patologias;
- Possibilidade de diagnóstico precoce pelo médico oftalmologista especialista.
- Iniciar o tratamento o mais precocemente possível, além de segui-lo corretamente, sob orientação médica e na época adequada.
- Uso precoce de óculos (não existe idade mínima para o uso de óculos) sob prescrição de oftalmologista especializado.
- Manutenção do tratamento: Persistência dos pais ou responsáveis.

FONTES BIBLIOGRÁFICAS:
BICAS, Harley E. A. Ambliopia: um texto explicativo e simplificado. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo. São Paulo: 2008.
FONSECA, Vitor da. Introdução às dificuldades de aprendizagem. São Paulo: 1995.
MEC. Programa de Capacitação de Recursos Humanos do Ensino Fundamental: deficiência visual vol.’ Fascículos I – II – III / Marilda Moraes Garcia Bruno, Maria Glória Batista da Mota, colaboração: Instituto Benjamin Constant. __________ Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2001. 196 p. (Série Atualidades Pedagógicas; 6). Deficiência Visual. I.
SITES: www.cbv.med.br; www.oftalmo.com.br; pt.wikipedia.org; www.portaldaretina.com.br; atlas.ucpel.tche.br; www.oftalmopediatria.com.br; www.oticascussel.com.br.

142 comentários:

  1. Olá, tenho 29 anos, e tenho ambliopia por estrabismo. Pelo que lí no artigo ,sei que não tem cura. Tanto porque sempre fui tratada como míope , e depois de muito tempo é que um médico deu laudo de ambliopia no olho esquerdo. Neste caso , um transplante resolveria o problema? Já que o tratamento para a ambliopia nesta idade não tem sucesso? Por favor , ficarei esperando resposta, pois é a última dúvida e o último recurso esperado para uma possível "cura"! agradeço a atenção e parabenizo pelo artigo !!
    Elizane S. Barbosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho ambliopia tbm e ja fui atras de muitas artigos e informações sobre o assunto, próxima semana estarei fazendo a cirurgia para correção do estrabismo e pelo que o medico me disse, por sinal muito bem conceituado, a cura para ambliopia esta bem perto de acontecer, a mais de 10 anos se pesquisa uma cura efetiva usando doses de levadopa, em pacientes de vairas idades e meu medico ja estudou o uso desse medicamento os sucessos com esse tratamento foram bons mais nao levaram uma melhora completa da visao do olho doente, mais significamdamente, bom em resumo podemos dizer sem medo de ser feliz que daqui a 10 ou maximo 30 anos, palavras do meu medico a cura para esse tipo de doenca vai ser efetiva, bom como as palavras aqui dita por mim sao de muita confianca deixo a vcs trechos de artigos sobre essa pesquisa e seus resultados positivos este e o site:http://www.scielo.br/pdf/abo/v63n5/9634.pdf

      E boa sorte a todos nos com ambliopia e nao custa nada incentivar quem tem essa doenca encarar uma careira academica para tenatar futuramente pesquisar essa doenca e o que estou fazendo pretendo ser oftamologista e pesquisa a fundo essa area de ambliopia tbm

      Excluir
    2. John, estava em busca de solução para o meu problema e deparei comentário acima. Tenho ambliopia no olho esquerdo e de um tempo para cá tenho apresentado um estrabismo. Sei que já se passou um tempo desde esse seu comentário. Minha pergunta é vc fez a cirurgia, vc teve sucesso na correção. Em caso posítivo, quem é o seu médico e aonde posso acha-lo?

      Excluir
  2. Sofro de ambliopia e só aos 18 anos é que me fizeram saber, desde bebe sofri de estrabismo convergente muito elevado mas os medicos diziam que era normal entao nao me trataram, durante o meu crescimento o meu estrabismo foi desaparecendo ate nao ter nada num olho e apenas um bocado no outro que apenas se nota quando faço um maior esforço. Quando fui renovar as minhas novas lentes apos mudar de medico, a medica informou me que nunca verei 100% no meu olho porque sofria de ambliopia e que por mais que a minha miopia fosse curada o meu olho nao desenvolveu e nao aprendeu a ver, a minha questao é a ambliopia é quando o cerebro "apaga" a segunda imagem porem eu continuo a ver a segunda imagem nao existe nenhum tipo de tecnica que melhore a minha visao?

    ResponderExcluir
  3. Olá! Obrigada pelo carinho!
    Enfim, sabemos que os atendimentos de estimulação apresentam melhor resultado com crianças em fase de desenvolvimento visual. Entretanto, tenho experienciado alguns resultados positivos com pessoas com um pouco mais de idade. Não existe nenhuma comprovação teórica que eu saiba, tampouco contra-indicação para o treino dessas atividades. O que não se pode é ocluir um dos olhos, pois, poderá prejudicar o funcionamento do mesmo.
    Acredito que com algumas atividades específicas de acomodação será possível, pelo menos, minimizar tais dificuldades.
    Se tiverem interesse, me enviem seus emails e poderei enviar modelos de algumas atividades... são bem legais e auxiliam não somente nos casos de ambliopia, mas, muitos outros.

    Um forte abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. manda pra mim por favor? pqdparrudo@gmail.com

      Excluir
    2. Manda pra mim por favor pqdparrudo@gmail.com

      Excluir
    3. Por favor me envia "Fernandofm3@gmail.com" agradeço desde ja.

      Excluir
    4. Bom Dia!
      Me chamo Ana, hoje tenho 32 anos e final do ano passado fui ao oftalmologista e ela me disse que tenho Ambliopia por Anisometropia. Há 10 anos +ou- já havia ido ao oftalmo., porém como segundo ele tinha menos 0,05 nos dois olhos, iria passar uso de lente corretiva somente para descanso. Confesso que nunca havia usado os óculos que havia feito.
      Final de 2012 fiz meus óculos com 0,50 para cada olho, sendo que segundo a oftalmo. ira colocar esse grau somente para que não forçasse muito o olho esquerdo que é o olho são, mas que não teria correção esse problema que tenho no olho direito. Hoje, estou sentindo que minha visão do olho bom, não está tão boa, sinto que estou vendo um pouco embaçado com ele, coisa que não acontecia há 6 meses atrás. Li alguns artigos que diziam que esse problema pode fazer com que o olho bom seja prejudicado. Será que isso está acontecendo comigo? Tenho muito medo de perder a visão. Será que existe cirurgia, algum tratamento que seja, para que o meu olho bom não seja ainda mais prejudicado. Estou com muito medo. Estou também estudando para prestar concurso público, acha que esse problema pode fazer com que é não seja aprovada nos exames médicos, já que é exigido várias exames visual? Por favor me envie esses exercícios de estimulação. Semana que vem, vou retornar ao oftalmo. e conversar sobre esse embaço que estou tento com o olho esquerdo, que é o olho até agora bom. Obrigada e me aconselha, me indique um caminho por favor.

      Excluir
    5. AH! Meu e-mail
      hannactmls@yahoo.com.br

      Excluir
    6. Boa noite. Tenho 39 anos e há poucos dias tomei conhecimento que sou amblíope OE, pois fiz PRK nesse olho há 3 meses e o grau foi corrigido em 100%, mas a minha visão é 20 X 40 OE e 20 X 20 OD. Gostaria de receber também modelos de atividade para estimular o olho esquerdo e desde já agradeço. Meus e-mail são eadalves@gmail.com, eadalves@hotmail.com, eadalves@ibest.com.br e eadalves@bol.com.br.

      Excluir
    7. rafael_pedrinha@hotmail.com manda pra mim tbm obrigado

      Excluir
    8. Manda para mim tbm por favor sofro muito com isso. eliedson_fs1@hotmail.com

      Excluir
    9. Gostaria que me enviasse as atividades! email: matheusevanessaamor@gmail.com
      Abraços! Deus abençoe!

      Excluir
    10. me envie por gentileza! michaelrsjari@gmail.com

      Excluir
    11. manda para o meu e-mail as atividades para quem tem ambliopia....obrigada maxwellribeiro1991@bol.com.br

      Excluir
    12. Por favor, mande-me os exercícios pra mim também. Muito obrigado pelas informações. E-mail: chicoribeirojr@live.com

      Excluir
    13. Eu quero saber quais atividades são essas se for possível...Hoje recebi o diagnóstico de ambliopia do meu filho de 7 anos e junto com ele a frase'' não dá pra recuperar a visão do seu filho mãe,difícil demais aceitar isso,visto que desde pequeno eu corro de um lado para o outro com ele,já ouvi que ele era cego,só que eu que sou mãe insistente não aceitei isso,eu via melhoras,eu vejo melhoras,se cada criança se desenvolve de um jeito,não posso simplesmente aceitar que meu filho com 7 anos completados agora não possa melhorar a visão se for estimulado.OBS: tudo isso aconteceu pela demora nas marcações para o especialista. MEU EMAIL é soninhamararj@yahoo.com.br

      Excluir
    14. gomes78marcio@gmail.com

      Espero ansiosamente por um retorno!

      Excluir
    15. manda pra mim por favor? charianesamara@hotmail.com

      Excluir
    16. Parabéns pelo artigo e atenção em resposta.
      Descobri ambliopia aos 21 anos e já fiz tratamento com o levidopa e uso do tampão, porém não obtive nenhuma melhora, gostaria muito que tivesse um tratamento para melhorar esse problema. Por gentileza envie para meu email os artigos tmb. Obrigada

      Bruninhagusmao@gmail.com

      Excluir
    17. MANDA PARA MIM POR FAVOR claudinei@centralparkergm.com.br

      Excluir
    18. meu email claudinei@centralparkergm.com.br

      Excluir
  4. Soube que existe uns tratamentos de estimulação para os olhos e que pode ser usado para ambliopia para estimular o olho preguiçoso de modo a força-lo e ajuda-lo a desenvolver um pouco mais, esses tais tratamentos podem ter resultados positivos numa pessoa de 19 anos?

    obrigado.

    ResponderExcluir
  5. Olha, foi como eu disse no comentário anterior... não se pode dar garantias, até mesmo porque depende de muitos fatores. Entretanto, algumas pessoas que conhço e experimentaram tiveram algum resultado positivo. Mas, estou lhe falando de um atendimento específico "ESTIMULÇÃO VISUAL" baseado em atividades de acomodação, entende?

    Espero ter ajudado...
    Grande abraço...

    ResponderExcluir
  6. Eh possivel o olho com ambliopia ter tambem sindrome de Brown? Eu acho que eu tenho isso.

    ResponderExcluir
  7. Olha, acredito que não, mas, acho que vc deveria procurar um médico especialista para estudar o teu caso e te dar um diagnóstico preciso. Não é aconselhável dar diagnósticos. Isso cabe somente aos médicos especializados no ramo. Somente eles terão conhecimento teórico e prático suficiente para fazê-lo.
    Te desejo boa sorte!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero essas atividades
      E-mail diogoejayne@gmail.com

      Excluir
  8. olá meu nome é Nayara tenho 16 anos e tenho amblíopia sera que nessa idade em cura ? tem algum tratamento especifico pra me ajudar ! pois estou seofrendo muito com medo de perde a visao no olho direito . espero resposta bjos

    ResponderExcluir
  9. tenho 16 anos e tenho ambliopia sera que tem algum tratamento e tem cura ?

    ResponderExcluir
  10. Olha... o único tratamento que conheço é estimular o quanto possível o olho amblíope. Foi como eu citei nos comentários acima: "sabemos que os atendimentos de estimulação apresentam melhor resultado com crianças em fase de desenvolvimento visual. Entretanto, tenho experienciado alguns resultados positivos com pessoas com um pouco mais de idade. Não existe nenhuma comprovação teórica que eu saiba, tampouco contra-indicação para o treino dessas atividades. O que não se pode é ocluir um dos olhos, pois, poderá prejudicar o funcionamento do mesmo.
    Acredito que com algumas atividades específicas de acomodação será possível, pelo menos, minimizar tais dificuldades.
    Se tiverem interesse, me enviem seus emails e poderei enviar modelos de algumas atividades... são bem legais e auxiliam não somente nos casos de ambliopia, mas, muitos outros."

    Um forte abraço!!! Boa Sorte!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia

      Gostaria tambem de receber modelos de algumas atividades.
      glicelebatista@hotmail.com

      Obrigada

      Excluir
    2. Me passa por favor alguns modelos!
      gisleide_santiago@ig.com.br!
      se ainda tiver..quero muito!

      Grata

      Excluir
    3. passa para mim por favor

      belarminocoelhorenato@gmail.com

      Excluir
    4. poderia me passar porfavor washington2015@outlook.com

      Excluir
    5. Dra. Jucimar, por favor, envie-me as atividades, meu e-mail é crslj@hotmail.com. Sou advogado e, como tal, trabalho lendo e editando textos. Tenho 28 anos de idade e, apesar de não ter um diagnóstico clínico, tenho quase certeza de que meu problema é a ambliopia no olho esquerdo (uma oftalmologista certa vez disse que meu caso é “olho preguiçoso”). O olho direito é bom, graças a Deus, e sequer preciso de óculos para ele. O olho esquerdo tem visão relativamente ruim, precisa de óculos, e é nitidamente “preguiçoso” (deve ser a ambliopia). Nunca realizei tratamento na infância. A impressão que tenho é que o problema tem evoluído com o tempo, com piora da acuidade visual do olho ruim. Quando fecho o olho direito (bom), sinto que a visão do olho esquerdo (doente), além do problema de má nitidez, tornou-se levemente mais "escura". Isso é um sintoma de que posso perder a visão desse olho? Todos os oftalmologistas que tenho visitado, agora, na idade adulta, limitam-se a me prescrever óculos, e nada mais. Gostaria de estimular meu olho doente, pois sinto que ele tem "potencial" para se tornar ativo. Quando fecho meu olho bom e insisto em ler um texto só com o olho doente, com o auxílio de óculos, é desgastante, mas percebo que meu olho doente “ganha vida”. Quando abro o olho bom novamente, meu cérebro claramente “desliga” o olho ruim, e a leitura fica sendo realizada somente com o olho bom. Tenho receio de que esse “descarte” da visão desse olho faça com que ela se torne cada vez pior. Corro o risco de perder a visão do meu olho doente? Na minha idade (28 anos), não devo mais fazer a oclusão do olho bom? Há alguma cirurgia que pode me ajudar?

      [Aguardo sua resposta ansiosamente, pois simplesmente não encontrei outra pessoa com domínio do assunto a ponto de me ajudar.]

      Excluir
    6. Gostaria de receber as atividades,

      edinalvalds@gmail.com

      Excluir
    7. Gostaria muito de receber esses exercício pois sofro de ambliopia anisometropia
      Meu email zanas276@gmail.com

      Excluir
    8. Gostaria muito de receber esses exercício pois sofro de ambliopia anisometropia
      Meu email zanas276@gmail.com

      Excluir
  11. Srª Jacimar agradecia muito se me pudesse enviar os tais modelos de algumas actividades de acomodação para o email estremina9fn9@gmail.com

    atenciosamente

    ResponderExcluir
  12. Minha filha tem 16 anos e tem ambliopia, gostaria de receber modelos de atividades para tentar a recuperação, por favor meu email é sandro.oliveira.01@terra.com.br Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  13. Caros colegas, como algumas pessoas solicitaram tais atividades, resolvi postá-las no Blog. Espero que gostem!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Jucimar.

      Li hoje o seu artigo e gostaria que me enviasse as atividades para que eu possa praticar, tenho ambliopia no olho direito e tenho 26 anos...quem sabe se eu praticar bastante consigo algum resultado positivo?
      e-mail: karina.alves@grupofuncional.com.br

      Fico no aguardo.

      Excluir
  14. Já existe tratamento para ambliopia considerada irreversível, com o uso de um medicamento, a levodopa. Independe da idade. Dependendo do grau de visão que a pessoa tem no olho amblíope é possível melhorar até 4 linhas na tabela. Há um artigo na internet sobre isso.

    ResponderExcluir
  15. Em um exame de rotina com meu filho de apenas 6 anos e 3 meses descobri tal problema e o seu ofto recomendou o uso de tampao durante 7 horas diario sem tempo determinado para o fim do tratamento, e eu gostaria de saber se ele tem chanse de recuperar parte da visao esquerda perdida. Gostaria de saber se a possibilidade de recuperação. Obrigado e boa sorte a todos que sofrem com esse misterioso mal. Monica Borghes

    ResponderExcluir
  16. Olá Mônica? O oftalmo recomendou o uso do tampão como alternativa para estimular o uso do olho amblíope. A forma mais eficaz e segura de desenvolver a visão deste olho "preguiçoso" é trabalhá-lo durante o uso do tampão no outro olho. Pode aproveitar este momento e realizar atividades que seu filho goste, como por exemplo, jogos educativos, desenhos, contações de história com gravuras... claro que a atividade deve estar de acordo com a acuidade visual do olho amblíope e a idade da criança. Uma dica importante é, no início, utilizar atividades fáceis de serem interpretadas para evitar que ele canse e fique desestimulado a prosseguir e aceitar o uso do tampão. Espero ter te ajudado!
    Ah! antes que esqueça... há sim possibilidade de recuperação, mas, o resultado irá depender do uso e da intensidade dos estímulos, ok?
    super beijo!!

    ResponderExcluir
  17. bom dia, achei bem proveituoso as respostas estou tirando algumas duvidas sobre o assunto e tenho um amigo que sofre com o problema "ambliopia" e gostaria de saber se seria possivel me passar alguns modelos de atividades, joao10_historia@yahoo.com.br, e meus parabens pelo serviço, obrigado.

    ResponderExcluir
  18. meu filho tem 9 anos e usa tampão no olho esquerdo, passado pela optista por ter lateralidade cruzada,olho do meu filho ainda esta em desenvolvimento? Ele tem chance de seu olho direito ser o predominante, ou vai demorar? Ele usa 4 horas diárias.Pois ouvi falar que quanto mais velho for mais demora a melhorar ou é só no caso de ambliopia.

    ResponderExcluir
  19. Olá! olha, o resultado depende muito do desenrolar do tratamento. Por exemplo: se, durante o uso do tampão, o outro olho (o olho descoberto) for estimulado (pode ser com desenhos, os menores e mais detalhados possíveis, pinturas, recortes e colagens, leitura com letras ampliadas o suficiente para interpretação, jogos educativos, entre outros) é claro que o prognóstico será muito melhor e virá bem mais rápido do que somente usar o tampão sem estimulo nenhum. Para o tempo de evolução cada caso é um caso e cada pessoa tem seu desenvolvimento particular. Sim, seu filho ainda está em desenvolvimento visual, principalmente no que se refere ao desenvolvimento funcional visual.
    Espero ter ajudado. Obrigada por participar do meu blog.
    Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  20. Simplesmente adorei este blog, muito bem elaborado.
    bjos

    ResponderExcluir
  21. oi meu nome é Rosa,tenho algumas duvidas
    minha filha tem 6 anos e dez meses e começou a fazer o tampao ela tem chance da visão voutar ao normal

    ResponderExcluir
  22. bem, toda evolução depende da patologia, do grau de perda, da eficácia dos atendimentos e principalmente do paciente (idade, dedicação, assiduidade, tolerância nas atividades, entre outros) e/ou familiares.
    Abtaço!

    ResponderExcluir
  23. Obrigada por me responder!o meu filho continua usando o tampão e fazendo essas atividades que você falou com a fonodiologa e em casa também ele faz,tem 4 meses que ele esta fazendo o tratamento e já percebo um pouco de melhora, a letra diminuiu, e já esta conseguindo recortar com a tesoura melhor.A pintura melhorou um pouco.
    Agradeço o esclarecimento sobre a visão de meu filho.parabéns pelo seu blog. me ajudou bastante.

    ResponderExcluir
  24. Que bom!!! Com paciência e dedicação tudo dará certo! Estarei a disposição caso precise de mais orientações, ok? um forte abraço!

    ResponderExcluir
  25. Oi meu filho tem 9 anos e foi-lhe diagnosticado ambliopia no olho esquerdo
    A oclusao já não faz efeito pois ja é tarde segundo os medicos em Angola
    Pode me dar conselhos e orientacoes?

    ResponderExcluir
  26. olha, além da idade já um pouco avançada, geralmente um fato causador da falta de desenvolvimento visual deste olho é a falta de estímulo. Não adianta só colocar o tampão... tem que estimular o olho, entende? É preciso fazer atividades para que esse olho funcione... todos os dias e durante o uso do tampão no outro olho. Sugiro que tente novamente, mas, desta vez, faça atividades como jogos educativos, leitura, pinturas, colagens, etc.
    Nada de assistir televisão ou algo do tipo. Tem que ser atividades que o unico estimulo seja visual (sem uso de sons, texturas e cheiros).
    Te desejo boa sorte!!!
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  27. Boa noite,

    Soube recentemente que o meu filho de 4 anos só vê cerca de 5% num olho, poderá ter sucesso o tratamento por oclusão? Ele vê perfeitamente do outro , mas poderá o outro também vir a ser ambliope?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  28. Sim, pode sim. Mas, é preciso que utilize o olho descoberto enquanto o outro estiver usando o tampão. É preciso estimular sempre, fazendo atividades com o uso da visão, como pintar, recortar, colar, entre outros...

    ResponderExcluir
  29. Boa Noite!! Minha filha tem 13anos e usa oculos deste os cinco anos com grau de 4,75 e o medico diagnosticou hipermetropia e astigmastismo e agora o mesmo venho com o diagnostico de ambliopia...existe algum exame fora o de rotina em consultorio que possa dar um diagnostico mas eficaz? meu email jeferson_potiguar@yahoo.com.br
    deste já te agradeço.me mande os exercicios.

    ResponderExcluir
  30. Meu querido, já existe uma postagem com uma atividade muito boa para acomodação utilizada no tratamento da ambliopia. Estou preparando outros artigos sobre o tema, com exercicios. Em breve estarei postando, ok?
    Quanto aos exames, são os mesmos utilizados por todos os oftalmologistas.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  31. olá!Meu nome é Nattanael tenho 20 anos e sou ambliope,perdi um otímo emprego por causa disso.Eu sou leigo neste assunto, gostaria de saber se a ambliopia pode ser corrigida com um transplante de cornéa? Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  32. não... impossível.. infelizmente! A córnea é uma parte externa do olho, sua troca de nada irá influenciar em seu diagnóstico, e a ambliopia é mais de origem funcional mesmo.

    ResponderExcluir
  33. Ola quero ser mais uma a fazer uma pergunta e sei que vou receber a resposta minha filha tem miúpia e estrabismo e foi descoberto o ambliope e ela fez uso de óculos e tampão desde os 4 meses de idade hoje o oftalmo deu alta para ela mais eu ainda não aceitei que esse poblema não tem cura por favor me ajude ou me diz onde tem o tratamento desde ja meu muito obrigada

    ResponderExcluir
  34. Olá... qual a idade da tua filha agora? e pq o oftalmo deu alta? ele passou óculos?

    ResponderExcluir
  35. Olá, Boa noite!

    Achei interessante a matéria. Tenho 20 anos e tenho ambliopia e estrabismo no inicio era somente no olho direito, mas passou para o esquerdo também e hoje tenho 13º no direito e 3,5º no esquerdo, gostaria de saber se tem algum tipo de tratamento, cirúrgia, enfim uma solução para esse problemas, pois o médico que me acompanha só passa lentes para usar.

    Aguardo um retorno!Se quiser me passe um e-mail ficarei muito grata jacirlene.demuner@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  36. Ela é a Ana Carolina12 de setembro de 2010 15:45

    Desculpe ñ colocar a idade dela hj ela tem 6 anose desde o 6 meses ela vem usando óculos e ainda eu continuo com o tampão msm com a auta do medico fiquei até sem rumo de como continua a usar o tampão eu uso 2 dias na vista boa e 1 na preguiçosa nes sei se é assim msm fiquei meia atorduada com a alta me ajude é mais uma mãe desesperada em tenta busca ajuda onde for preciso bjs

    ResponderExcluir
  37. tenho 32 anos, e fui ao médico hj-21/09/2010 e diagosticou que tenho ambliopia no olho esquerdo, a unica coisa que me lembro é de nunca ter enchergado com ele, queria saber se tem algum tratamento cirúrgico para correção do problema?

    ResponderExcluir
  38. Olá,

    Como ja sei que não existe cura para a ambliopia, gostaria de saber se o estrabismo está ligado diretamente a ambliopia.
    Fiz a cirurgia de estrabismo quando tinha 03 anos de idade, o médico porém disse que eu estava curada e não fez nenhum tratamento.Só descobri o problema com nove anos. Meu estrabismo voltou e comecei a uasr óculos. Hoje tenho 20 anos.É possível então só por estética eliminar o estrabismo.Poderia fazer a cirurgia novamente para corrigir?.

    ResponderExcluir
  39. Pode acontecer de aparecer o estrabismo, em casos de ambliopias, mas no seu caso seria interessante uma avaliação médica pra isso, pois vc ja teve o estrabismo quando pequena... os diagnosticos podem ser independentes, mas, quem podera dizer com mais clareza é um oftalmologista, ok?
    abraço!

    ResponderExcluir
  40. Quanto ao tratamento cirurgico não existe não.
    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tenho 20 anos e somente agora o oftalmologista me diagnosticou com ambliopia. Me recomendou a cirurgia a laser, mas lendo fiquei na duvida, ele nao garantiu que iria corrigir totalmente, mas mesmo assim disse que eu precisava, ja paguei e fiz os exames. E agora?

      Excluir
  41. olá tenho 25 anos e só agora descobrie que tenho ambliopia, e gostaria muito daber se tem algumar forma de reverter isso, e como faço para tentar melhorar?
    oobrigado e peço sua ajuda

    ResponderExcluir
  42. Prof jucimar sidney lhe peço ajuda para fazer o tratamento ou mesmo para amenizar a ambliopia.
    meu emai é brunogimo@yahoo.com.br por favor me ajude

    ResponderExcluir
  43. ola, eu tenho 14 anos, meu nome é Mariana e tenho esse problema. Ate hoje não sabia que isso era comum. Eu não tenho o desvio dos olhos, ambos são alinhados. Mas o meu grau é muito diferente um do outro, no meu olho direito eu tenho 1,25 e no esquerdo eu tenho 12. O meu azar foi somente ter descoberto o meu problema aos 12 anos, quando já não tinha mais cura, não que antes disso eu não usase oculos, usei a minha vida inteira. Eu queria muito saber se tem como diminuir esse problema, peço por favor por ajuda. meu e-mail é marizinha_sonati@hotmai.com

    ResponderExcluir
  44. Dr. Jucimar,
    meu filho tem 1 ano e 8 meses. Foi detectado alto grau de miopia e estrabismo intermitente. Foi recomendado o uso de tampão e lente de contato no outro olho. Foi detectado que este olho tem vista "preguiçosa". estamos fazendo a oclusão e estimulação. Temos possibilidade de cura ? grato

    ResponderExcluir
  45. Caríssimos, sou apenas uma professora de estimulação visual... e as respostas a todos os seus questionamentos ja foram respondidas anteriormente, em outros comentários... o único tratamento que disponho e realizo com as crianças está em uma de minhas postages anteriores... lá encontrarão passo a passo de como realiza-la.
    Obg a todos... espero te-los ajudado

    Abraços e fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jucimar
      04-02-1991@Outlook.com
      Por favor pode me enviar um imail dos exercícios .
      Se poder também me envia email de oftalmologista que cuida dessa doença e que poderia me informa se tem cura ou algum tratamento específico aqui no RJ .
      Obrigado

      Excluir
  46. Srª Jacimar agradecia muito se me pudesse enviar os tais modelos de algumas actividades de acomodação para o email
    aldinho_do_grau.@hotmail.com
    ou : dinhoo_gatinhoo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  47. Olá! Parabéns pela matéria. Não sabia que havia tantas pessoas com este mesmo problema, eu achava que era uma doença rara nas pessoas, mas enfim.
    Meu nome é Aline, tenho 29 anos e uso óculos desde os 6 anos de idade. Sempre fui tratada como míope pelos médicos do SUS, até que aos 15 anos minha mãe resolveu me passar com um médico particular, pois o grau de minha visão direita estava subindo "absurdamente", foi aí que este médico detectou que eu tinha ambliopia nesta visão e não miopia. Se possível, gostaria de receber por email estes treinos, até porque tenho um irmão de 17 anos que tem o mesmo problema que eu. Seria de grande valia para nós.
    alineavadore@hotmail.com
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  48. gostaria de receber modelos de atividades para tentar a recuperação, por favor meu email é vanlenoss@hotmail.com. ficarei muito grato se o enviasse .vanleno.

    ResponderExcluir
  49. Olá colegas, quanto a atividades, tem uma descrita neste blog. Existe um passo a passo e é a que mais uso em meus atendimentos

    ResponderExcluir
  50. Boa noite. Tenho um filho de 16 anos e fiz o teste para saber e tinha lateralidade cruzada, mão dominante esquerda e olho direito e usa a perna direita para chutar. Esta repetindo a mesma série a três anos. Existe tratamento ? Qual profissional devo procurar? Por favor meu e-mail é piloto53@gmail.com.
    Atenciosamente,
    Paulo Alberto Ferreira

    ResponderExcluir
  51. gostaria de receber esses modelos de atividades para tentar a recuperaçao da ambliopia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLA Sr.JUCIMAR,tenho um filho com 11 anos e tem ambliopia por favor envia pra min os modelos das atividades,meu e-mail é
      mararubiacat@gmail.com
      muito obrigada...bj

      Excluir
  52. Olá.. tenho 23 anos, trato minha ambliopia desde dos 10 anos, mas esse ano quando voltei a minha oftamologista, o meu olho ambliope não respondeu aos graus que foram colocados, continuei sem enxengar quase nada, e isso me preocupou muito.Tem alguma possibilidade de perder totalmente a visão do olho direito?
    E eu gostaria de receber os modelos de atividades se for possível enviar para o meu e-mail eu agradeço.
    lucy@capitalrj.com.br
    Obrigado

    ResponderExcluir
  53. ola,sou Thiago tenho 20 anos e tenho ambliopia no olho esquerdo,tenho dificuldade de olhar so pelo olho esquerdo,meu olho é normal ,certinho no eixo.Queria saber se isso pode agravar ou ate ocasiona perda de visão?Sendo que tenho ambliopia em deus de criança, e sempre esta do mesmo jeito!e gostaria tambem que me mandasse os modelos de atividades se for possivel!martinele90@hotmail.com ! grato e parrabens pelo blog!

    ResponderExcluir
  54. Ola
    Gostaria de receber por e-mail esses exercicios
    frigorey@hotmail.com

    ResponderExcluir
  55. Ola,descobrir estes dias que minha filha de dez anos tem Ambliopia,o que eu li que ñ tem cura...
    ela tem hD:ambliopia amisometrópio.
    RD:-11,00 -3,OO
    180(20\200)
    E PLANO 20\20...Isto quer dizer que o estado dela já está bastante avançando mesmo,né?por favor me da um reposta no meu imail negavidourado@hotmail.com....Agradeço desde já!!!

    ResponderExcluir
  56. Olá, tenho 32 anos e tenho Ambliopia,tive 2 filhos e desde bebê,levei-os ao oftalmo,por saber o quannto é ruim não enchergar direito sempre procurei ajuda, mas os doutores falavam estar tudo bem,mesmo assim anualmentos os meninos faziam exames.
    hoje tive uma decepção muito grande, ao passar novamente no oftalmo,o Dr disse que meu filho mais novo com 9 anos tem Ambliopia,sempre busquei ajuda para que se houvesse algum problema poder tratar,e por fim estamos nesta situação.
    Li seu artigo,gostaria que nos ajudasse,fiquei interessada nos exercicios de estilos,se puder nos ajudar.
    Muito grata.
    aleoliveiranobrega@hotmail.com
    Alessandra

    ResponderExcluir
  57. Olá, tenho 23 anos e tenho ambliopia no olho direito, e desde pequena que foi seguida pelo médico, com três anos comecei a usar óculos, tenho miopia no olho esquerdo, mas de nada serviu pois continuo com uma visão muito baixa.
    Será que me pode enviar os exercicios?
    Muito Obrigada,
    Ângela Costa
    ange-lacosta@hotmail.com

    ResponderExcluir
  58. Boa noite,
    seria possível enviar-me a lista de exercicios que auxiliam o tratamento?!
    Muito obrigada pela atenção,

    Christianne
    christiannerosa@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  59. Olá,tenho 43 anos e fui diagnosticada com ambliopia no olho direito aos 14 anos,depois de ter usado óculos para corrigir um estrabismo por 10 anos,devido ao diagnóstico tardio,devido aos recursos da época.Hoje,aos 43,minha realidade é:tenho uma razoavel visão periférica com o olho direito,meu problema está no foco,não consigo enxergar e quanto mais me esforço,menos enxergo,com isso o olho esquerdo está sobrecarregado e observo que estou enxergando menos dele tbm,pela experiência de vcs,acham que meu caso ainda melhora sem cirurgia????Agradecida pela atenção.Glaucya.

    ResponderExcluir
  60. ola, descobri que minha filha de 14 anos tem ambliopia, e fiz algumas pesquisas descobri que existe um tratamento na vital vision. voce ja ouviu falar, e uma fisioterapia p/ o olho. um tratamento de 40 sessoes, estou em duvida se vai resolver alguma coisa por favor mim ajude. pois mim sinto culpada, por minha filha nao ter as duas visoes...

    ResponderExcluir
  61. Dr. Jucimar,tenho ampliopia, descobri o diagnóstico com 26 anos, sempre usei óculos desde os 2 anos, mas me trataram nesse período como estrábica. Fiz um concurso para agente penitenciária, fiz até o curso de formação, mas na perícia fui considerada inapta, por esse problema, eles alegaram que sou monocular, com isso não posso ter porte de armas. Gostaria de saber se sou monocular,visão monocular é de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) quando o paciente com a melhor correção tiver visão igual ou inferior a 20/200, nesse caso é utilizado o termo "cegueira legal".

    ResponderExcluir
  62. Continuando sobre o comentário acima, o resultado do meu exame é 20/20, sem correção, sou considerada monocular? Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  63. Boa noite,pedi uma orientação anteriormente e ainda não obtive resposta,acredito que seja pelo fato de não ter mandado um e-mail p contato,sou Glaucya,ambliópe de 43 anos,segue e-mail:glaucyamoreira@ig.com.br.

    ResponderExcluir
  64. Olá! parabéns por divulgar a ambliopia, tosos os pais deveriam levar seus filhos aos 3 anos para consultar. Meu filho está sendo tratado e estou muito feliz!!!

    ResponderExcluir
  65. Bom dia,Dra Jucimar!
    Ainda estou muito assustada pelo fato de ter descoberto a 5 dias o problema no olho esq. do meu filho de 6 anos e 8 meses.Eu o levei ao oftalmo para avaliação por rotina, por estar em fase escolar, até então por prevenção, já que ele nunca havia apresentado dificuldades para enxergar, dores de cabeça... e para minha terr´vel surpresa, apenas o olho direito está ok, e o esq. a visão é nula. Recorri a uma segunda opnião dando o mesmo diagno´stico... 6 graus de hipermetropia e ambliopia.
    Ele iniciará o uso de óculos e tampão por 4 horas diária semana que vem.
    Por favor me auxilie, estou muito preocupada, pelo fato da idade, porém tenho fé que meu Deus vai nos abençoar e com o estímulo e dedicação, vamos reverter o quadro.
    Peço auxilio para desenvolver as atividades para essa estimulação acontecer.
    Meu e-mail: emi_mcs@hotmail.com.
    Parabens pelo blog, é muito esclarecedor!

    ResponderExcluir
  66. olá, li o artigo e gostei muito. meu filho tem 7 anos e meio e, descobri que possui ambliopia. está fazendo o tratamento de oclusão, mas gostaria de ajudá-lo ainda mais com as atividades de estímulos. se puder me enviar agradeçoo muito. www.elainefreitas89@yahoo.com.br
    Olha, parabéns por disponibilizar este espaço para nos ajudar.

    elaine.

    ResponderExcluir
  67. Olá... boa tarde! Li seu artigo e gostei muito do conteúdo, parabéns!
    Meu filho apresentou ambliopia quando pequeno, mas a oculista não o diagnosticou como tal e o uso do óculos não foi por nós tão priorizado, grande parte por "relaxo" nosso; e assim, hoje ele tem 10 anos e está com 6 graus de miopia, 1,5 de astigmatismo na vista esquerda e 0,50 de miopia na outra - direita. Fiz hoje um exame de Potencial de Acuidade Visual e foi verificado 20/200 nessa vista.
    Assim, mesmo ela me dizendo que não há o que fazer, tenho muito interesse em tentar estimular, mesmo que tardiamente, a vista dele. Assim, se puder me enviar as imagens citadas, fico muito grata. Meu nome é Vânia e meu e-mail é vaniatobias@ig.com.br

    ResponderExcluir
  68. rosilene

    tenho 33 anos e sempre fui tratada como miope na verdade preciso saber se posso perder a visao do meu olho esquerdo nunca me falaram sobre ambliopia so essa semana fiquei sabendo .qual tratamento pode amenizar e tem algum tratamento aguardo resposta e mail rosigonzaga@hotmail.com

    ResponderExcluir
  69. olá descobri agora que meu filho de 12 anos tem ambliopia, apesar de o medico que consultei nao ter dado nenhuma esperanca,vi na sua pagina que existem alguns exercicios
    vc poderia me mandar um email contendo alguns exercicios
    estou desesperada por favor me ajude
    apesar de ele ter 12 anos ele e pequeno para a idade...sera que isso pode ajudar na recuperacao?

    meu email:
    luciakreuch@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  70. Olá descobri que tenho ambliopia aos 25 anos. Estou triste e gostaria de saber se há algum tratamento que me ajudará a recuperar minha visão, se tem alguma possibilidade de cura.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  71. Ola sou de Santa Catarina sou Amblíope também tenho 25 anos,desde muito novo eu estava triste em saber que eu estava muito limitado a muitas coisas devido a ambliopía,tipo concursos na area de segurança pública(policia e bombeiro).
    final do ano passado eu cançado de tanto procurar respostas para essa ambliopía achei na internet uma entrevista com uma médica onde ela falava sobre este problema,achei interessante e continuei até o final da entrevista,ela falou que hoje ja existe tratamento para abmliopía em pessoas adultas inclusive na entrevista ela cita pessoas de até 47 anos que obtiveram até 100% da visão retomada.eu ja busquei por esse tratamento em Santa Catarina e ja sei que tem em Joinville SC,por enquanto não posso devido ser meio longe pra mim ir ea consulta ta meio salgada pra mim,mas pra quem tem como falar direto com um oftalmo va atras que a chance nossa de voltar a enchergar é muito grande...Se a Professora Jucimar permitir eu posso colocar o linck do video com a entrevista aqui num próximo comentário...abraço a todos e boa sorte.
    Jóka

    ResponderExcluir
  72. Claro Joka, envia o link para nós e colocarei uma postagem exclusiva para ele, ok? Todas as informações que auxiliarão outras pessoas será sempre bem vinda!
    Obg!

    ResponderExcluir
  73. Olá esse é o linck que falei que postaria se fosse autorizado assistam que vale a pena é uma esperança para quem sofre desse mal ai vai ele...boa sorte a todos
    http://www.youtube.com/watch?v=_RmgnWcvQds
    JÓKA
    E Professora continue com esse blog que com certeza está ajudando muita gente e vai continuar ajudando...abraço

    ResponderExcluir
  74. ola!meu nome e livia descobri que tenho ambliopia por anisometria aos 29 anos.+miopia e astgmatismos nos dois olhos.tenho 3% do olho esquerdo sou considerada deficiente. posso procurar meus direitos? pode ter agravo do problema..grata! parabens pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  75. ola qrida! não consegui achar os exercicios para ambliopia. Será que vc poderia me enviar.
    Obrigado. teoric@gmail.com

    ResponderExcluir
  76. Poderia me enviar os modelos de atividades, meu email é katame_19@msn.com

    ResponderExcluir
  77. Olá amigos! Para encontrarem o que desejam, basta colocar a palavra "ambliopia" na janelinha do pesquisar em "PROCURANDO NO BLOG", situada do lado direito da página, ok?

    Grande abraço a todos!!!

    ResponderExcluir
  78. Ola gostaria de obter esses exercícios que você menciona, gostaria muito de obter por menor que seja a minha melhora na visão do meu olho com ambliopia. Fico muito feliz que vc ajude o pessoal a não perder a esperança por completo.
    Meu e-mail é esse lex_lutor_15@hotmail.com Desde já Agradeço do fundo do meu coração.

    ResponderExcluir
  79. meu filho tem 5 anos e tem ambliopia no olho esquerdo....está usando o tampão e ele também usa óculos...esxiste alguns exercicios que posso fazer para melhorar?...

    ResponderExcluir
  80. tenho uma filha de 07 anos e meio, ela esta usando tampao a mais ou menos 10 meses o medico doz que melhorou mas que precisaremos usar ate os 08 anos sera que vai ter resulatado pois ela chora muito e se nega a usar o tampao o que se tornou uma tortura , o que devo fazer

    ResponderExcluir
  81. Olá? Bem... o que vai diferenciar o desenvolvimento é a estimulação realizada durante o uso do tampão. Para que ela desenvolva a visão mais rapidamente e menos torturoso pra ela, o ideal seria lhe dar atividades prazerosas durante o uso do tampão(como jogos educativos e brincadeiras que ela possa realizar sem muito esforço visual-mental).
    Obs: as atividades devem ser visuais pra perto e longe (sempre variando) e com intervalos para que ela olhe o horizonte (isso irá evitar um estresse visual.
    Seguindo esses conselhos logo, logo, ela terá desenvolvido todo o potencial.
    abços!!!

    ResponderExcluir
  82. gostaria de dar um depoimento q concerteza vai ajudar muitas pessoas q estao passando pela mesma diiculdade q eu,minha filha tem 4 anos e meio e a 9 meses foi detectado ambliopia por anisometropia e hioermetropia no olho esquerdo,e o direito normal, eu nunca havia percebido nada, so as vezes ela entortava muito pouco o olho esquerdo,levei no oftalmo e descobri essa deficiencia, foi muito dificil pra nos,mais eu gostaria de deixar uma mensagem:INSISTAM NO USO DO TAMPAO, POR FAVOR NAO DESISTAM!!minha filha usa 5 graus no esquerdo e 2 no direito,faz sete meses q foi iniciado o uso do tampao,3 meses 4hrs,depois 2 meses 6 e depois ate a data de hoje direto tirando somente para dormir 5 dias no direito e 1 dia no esquerdo,ela ja teve uma grande melhora e isso nos deixou muito esperancosos de um dia ela fique otima,maes tenham muita paciencia nao e facil mais com amor a gente consegue e vamo a luta pra Deus nada e impossivel!!!!

    ResponderExcluir
  83. Boa noite. Minha filha tem 23 anos e lendo seus depoimentos, gostaria de saber como faço pra voce me enviar os exercicios estimulantes para o olho com ambliopia. Obrigada. Denise

    ResponderExcluir
  84. Boa Noite...Temos uma filha de 9 anos ...que ja irá completar 10 anos dia 20/05/2012, e a 2 anos foi diagnosticado ambliopia, fizemos o tratamento com a oclusão da vista boa e o resultado foi ótimo....tendo alta do oftalmologista, mas quando voltamos na médica a vista tinha regredido td novamente, estamos muito tristes com td isso...vc poderia nos ajudar????? Vc menciona que tem modelos de atividades que pode ajudar o paciente, vc poderia estar passando para nós. veronicafneves@hotmail.com, o que ocasiona a ambliopia....a criança pode nascer com isso???? Tem alguma cirurgia???? Aguardamos anciosos a sua resposta.
    Att.
    Nalziro/Veronica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Isso geralmente acontecem em crianças ainda em fase de desenvolvimento das funções viso-corticais... desta forma, orientamos sempre que a criança, mesmo após alta oftalmológica, continue em atendimento e, aos poucos, através de diminuição dos horários e/ou alternação dos horários. E, mesmo depois de finalizado, será preciso um acompanhamento do profissional de estimulação visual para uma avaliação a princípio semanal, depois, quinzenal e depois mensal. As consultas ao oftalmologista devem ser seguidas de acordo com a conduta estipulada pelo profissional médico-oftalmologista especialista em baixa visão.
      Quando ao nascimento, não existe comprovação de crianças nascem com ambliopia, porém, podem apresentar alterações visuais durante sua evolução visual natural.
      As atividades encontram-se distribuidas em algumas postagens do blog.
      Espero ter ajudado! abços!!!

      Excluir
  85. Olá, queria os exercicios para estimular o olho ambliope!

    Grato,

    jc.silva_@hotmail.com

    ResponderExcluir
  86. Boa Tarde!

    Gostaria que me mandasse via email (claudiagrandini@gmail.com), modelos de atividades de estímilos que eu poderia ajudar meu filho que tem ambliopia com hipermetropia. Por ora, lhe agradeço. Um abraço.

    ResponderExcluir
  87. envia pro meu email tb > geo16ss@gmail.com

    ResponderExcluir
  88. Ola...ameiii seu blog..gostaria de saber como posso estimular meu bebe de 10 meses q tem caracteristicas de ambliope...quer olhar mais com o esquerdo e puxa os olhos mais p a esquerda...o teste de teller deu diferenca grande na acuidade visual....ele tem microcefalia....meuemail...rossandraroriz@hotmail.com
    Agradeco se puder me ajudar...

    ResponderExcluir
  89. gostaria de saber minha filha tem 10 anos e tem ambliopia no olho direito gostaria de saber se tem cura se tem tratamento porque o medico disse que ja e tarde

    ResponderExcluir
  90. Eu levei meu filho para oftalmologia curitiba
    e tratamento dado. Estou muito feliz!

    ResponderExcluir
  91. OLÂ SEI QUE AMBLIOPIA É ALGO QUE OCORRE NO CEREBRO. MAIS GOSTARIA DE SABER SE ISSO É DEVIDO A MÃ FORMAÇÃO DURANTE A GESTAÇÃO, OU É POR CONTA DE ALGUM MEDICAMENTO QUE A GENITORAA TENHA TOMADO OU É ALGO HEREDITARIO ISSO SE DAR PQ ? SE SOUBEREM DE ALGO DE COMO ACONTECE ESSA DOENÇA FICARIA MUITA GRATA EM SABER . OBRIGADO PELA ATENÇÃO E FICAREI AGUARDANDO RESPOSTA

    ResponderExcluir
  92. ...OLÂ SEI QUE AMBLIOPIA É ALGO QUE OCORRE NO CEREBRO. MAIS GOSTARIA DE SABER SE ISSO É DEVIDO A MÃ FORMAÇÃO DURANTE A GESTAÇÃO, OU É POR CONTA DE ALGUM MEDICAMENTO QUE A GENITORAA TENHA TOMADO OU É ALGO HEREDITARIO ISSO SE DAR PQ ? SE SOUBEREM DE ALGO DE COMO ACONTECE ESSA DOENÇA FICARIA MUITA GRATA EM SABER . OBRIGADO PELA ATENÇÃO E FICAREI AGUARDANDO RESPOSTA

    ResponderExcluir
  93. Ola Juciar!!
    Estou co dificuldade de encontrar um especialista e São Paulo. Na verdade não sei direito quem procurar.
    Voce te alguem para indicar que diagnostique e trate ambliopia com domínio aqui e São Paulo??
    Tenho ambliopia e gostaria que minha bebê de 2 meses fizesse uma avaliação...existe um "oftalmopediatra"?
    Meu email é fabiabitt@gmail.com
    Grata
    Fabia


    ResponderExcluir
  94. Olá , meu nome é Kelyne e gostaria que me indicasse um oftalmo com especialidade em plástica ocular aqui em Fortaleza, pois tenho m filho de 2 anos que tem Ptose congênita e tb estrabismo.
    Por favor me responda,
    Meu email é kelyner@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  95. Por favor me encaminhe as atividades para estímulo do olho amblíope. alebernardes.adv@gmail.com

    ResponderExcluir
  96. manda pra mim atividades se tive como pedrotattoo2009@hotmail.com

    ResponderExcluir
  97. Olá, minha filha tem ambliopia há mto tempo só agora descobri e quero obter mais informações sobre e até mesmo exercícios estimulantes, obrigada, MAGDA meu email é magdacordeiro@ig.com.br aguardo retorno.

    ResponderExcluir
  98. Jucimar,
    Bom dia. Gostaria de saber se você tem alguma indicação de profissional em Belo Horizonte-MG que trate de insuficiência de convergência. Miha filha tem e já apresenta alguns problemas. Você pode me ajudar? Obrigada. Raquel

    ResponderExcluir
  99. Eu quero esse tratamento..
    Meu e-mail
    diogoejayne@gmail.com

    ResponderExcluir
  100. Oi, posso realizar esses exercícios com minha filha de quatro anos e meio? Segue email arquitetura_ale@hotmail.com

    ResponderExcluir
  101. Olá VC poderia me passar os modelos de exercícios para o olho com ambliopia gilsonnunesmoreira@hotmail.com , muito obrigado.

    ResponderExcluir
  102. Por favor ,mande os exercícios para mim,preciso muito tenho ambliopia em uma vista, obg. gilsonnunesmoreira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  103. Por favor Jucimar Didney, enviar para fabiano_valle@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  104. Olá! A poucos minutos meu chão caiu, fiquei sabendo que meu filho de 6 anos é portador dessa doença AMBLIOPIA! Preciso saber de vcs se o tratamento que o médico passou está correto? oclusão de um dos olhos diarimente por 6 hs por dia, durante 3 meses, que seria o retorno, como também passou oculos para ele usar.Por favor fico no aguardo.

    ResponderExcluir
  105. Boa noite, poderia encaminhar suas atividades para ajudar na ambliopia, para fazer com meu sobrinho... layara.liana@gmail.com

    ResponderExcluir
  106. Boa tarde tenho ambliopia por anisometropia mas tenho 32 anos gostaria de saber se tem algum tratamento obs:o olho direito e bom segeue meu email vcs1085@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT