ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

6 de jun de 2010

RECOMENDAÇÕES GERAIS AOS PAIS

.
• Manipular alimentos com as mãos para perceber sua forma e consistência.

• Perguntem ao médico e aos outros profissionais como explicar de forma simples a deficiência visual de seu filho. É importante que vocês (pais) e a criança (quando possível) saibam explicar e argumentar sobre os problemas, quando uma pessoa perguntar, por exemplo: - o nome do problema visual, suas características, o quanto ele enxerga, do quê gosta....

• Não esqueçam que vocês são os principais educadores de seu filho (a), e que depende de vocês a oportunidade dele (la) se desenvolver,

• Quando notar presença de movimentos repetitivos como girar a cabeça, esfregar os olhos, balançar as mãos e/ou o corpo, ofereça a criança uma atividade funcional, distraia seu filho (a) com atividades que ele (a) goste;

• Desperte a curiosidade de seu filho (a), respeite seu ritmo e seus limites. Sempre procure descrever o que é oferecido à criança: detalhes, partes, função e leve suas mãos para que possa sentir e integrar as informações sobre o que ouviu, sentiu e manipulou.

FONTE: http://estimulacaovisual.blogspot.com/2010/06/recomendacoes-gerais-aos-pais_05.html
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT