ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

28 de out de 2011

MARCOS DO DESENVOLVIMENTO: Controle da cabeça

Controle da cabeça

Os bebês nascem sem conseguir controlar direito os músculos do pescoço e a cabeça. Eles vão desenvolvendo aos poucos essa habilidade tão essencial, ao longo dos seis primeiros meses de vida, e ela será a base para todos os movimentos que virão dali para a frente, como

Quando acontece

Na maioria dos bebês, até os 6 meses os músculos do pescoço ficam fortes o suficiente para sustentar a cabeça.

Como acontece

Recém-nascido

Os músculos do pescoço do bebê são fracos quando ele nasce, portanto ele precisa de você para sustentar a cabeça, pelo menos no primeiro mês. Talvez seja a forma de a natureza garantir grandes períodos de interação cara a cara entre mãe e filho.

Quando pegar seu bebê no colo, olhe nos olhos dele. É uma sensação incrível, que vai colaborar para consolidar a ligação entre vocês dois e fazer com que o bebê se sinta seguro e amado.

De 1 a 2 meses

Ao final do primeiro mês de vida, o bebê consegue erguer um pouquinho a cabeça e olhar para os lados quando deitado de bruços. Por volta de 6 semanas, se for uma criança forte, vai conseguir levantar a cabeça mesmo deitada de barriga para cima.

Quando carregada de pé no colo, ela controla a cabeça sem muita firmeza, por períodos curtos. Também tem força suficiente para levantar a cabeça quando está sentada na cadeirinha do carro ou num bebê-conforto, mas ainda não dá para andar num carrinho muito sentado nem naquelas mochilas de levar o bebê nas costas ou na frente conhecidas como canguru. Para essas aventuras, é melhor esperar até que o bebê consiga sustentar a cabeça sem ajuda.

De 3 a 4 meses

Você vai notar um claro avanço no controle da cabeça nessa fase. A criança consegue erguer a cabeça até o ângulo de 45 graus quando deitada de bruços e mantê-la levantada com firmeza.

Uma boa brincadeira que ajuda a desenvolver os músculos do pescoço é fazer "abdominais". Deite o bebê de barriga para cima, segure as mãos dele e o levante devagar até ele sentar. Depois vá voltando até a posição deitada e o levante de novo.

Nessa idade, ele deve ser capaz de manter a cabeça alinhada ao resto do corpo enquanto vai subindo. Aos 4 meses, seu filho estará mais preparado para passear no carrinho com o encosto levantado, mas, se você não sentir firmeza na sustentação da cabeça e o chão for esburacado demais, causando muitos solavancos, ainda prefira uma posição mais reclinada.

De 5 a 6 meses

Aos 6 meses, o bebê consegue manter a cabeça levantada sem dificuldade, e a força para a frente quando brinca de "abdominais" ou de "serra, serra, serrador...".

O que vem pela frente

Quando seu bebê passa a controlar bem a cabeça, pode começar a tentar sentar, rolar e engatinhar. O controle da cabeça também é necessário para engolir alimentos sólidos e para usar a maioria dos modelos de cadeirão.

O que você pode fazer

Você não terá que fazer muita coisa para incentivar o desenvolvimento do controle da cabeça, mas é preciso tomar cuidado. Em especial nos primeiros meses, você vai precisar sustentar a cabeça e o pescoço do seu filho com a palma da sua mão sempre que o tirar do berço ou o carregar no colo.


De vez em quando, ponha o bebê de bruços para brincar. O esforço de levantar a cabeça e o peito para olhar em torno ou para enxergar os brinquedos em volta vai fortalecer os músculos do pescoço dele.

Entre 3 e 6 meses, dá para manter o bebê mais erguido, desde que com apoio para a cabeça e o pescoço. Para isso, você pode usar travesseiros na cama, segurar seu filho sentado no seu colo, com a cabeça encostada na sua barriga, usar o bebê conforto ou levantar um pouco o encosto do carrinho. Assegure-se sempre de que o bebê está em um lugar seguro, em que não há perigo de cair. Deixe o seu filho explorar vários ambientes diferentes, para que ele veja o mundo de vários ponto de vista.

Quando se preocupar

Se aos 3 meses o bebê parece ter dificuldade para erguer a cabeça, mesmo que só um pouquinho, mencione esse fato ao pediatra na próxima consulta. Os bebês desenvolvem cada habilidade em ritmos diferentes, algumas mais rápido que outras, e o controle da cabeça não é exceção. Bebês prematuros podem demorar mais que outras crianças da mesma idade a atingir certos marcos do desenvolvimento -- converse com seu médico se estiver preocupada. 
FONTE: https://brasil.babycenter.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT