ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

25 de set de 2011

FANTOCHE ARTESANAL

.

Antigamente brincar com fantoches era algo que encantava as crianças. Hoje em dia, apesar de não serem mais tão comuns, os fantoches ainda podem ser usados como uma brincadeira divertida.
O legal é que eles podem ser confeccionados pela própria criança, o que chama mais a atenção dela, pois ela com certeza vai querer brincar com o brinquedo que ela mesmo construiu.
Veja a dica abaixo para fazer um fantoche bem simples e divertido:
Materiais:
Feltro marrom, verde e branco
Olhos móveis
Copo de plástico
Palito de madeira
Linha rústica
Cola
Corte dois pedaços do feltro marrom em formato retangular de forma que eles ocupem um pouco mais da metade do palito. Depois arrendonde a parte superior dos feltros. Cole um de cada lado do palito. Faça maus dois pedacinhos arredondados que serviram como orelhinhas.

No rosto do fantoche, lado das orelhas, cole os olhinhos e com o felto branco faça os dentinhos, use a corda rústica para fazer o bigode.

Você pode brincar com o fantoche segurando no pedaço do palito que sobrou. Quem quiser também pode usar um copo de plásrico, fazer um corte horizontal no fundo de maneira que passe o palito, fazendo do copo o esconderijo do fantoche.

Solte a imaginação e faça diversos animais ou pessoas usando o material citado acima, você pode também usar outros materiais em cores variadas.


FONTE: Leia o Cont�udo Original em: Como fazer um fantoche artesanal? | Dicas Grátis Online http://www.gratisonline.com.br/como-fazer-um-fantoche-artesanal/#ixzz1YzeTlTu7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT