ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

27 de set de 2011

Como brincar de faz de conta com uma criança?

 A fantasia é fundamental para a criança entender a realidade que a cerca. Para as crianças que tem uma deficiência física, visual, auditiva ou mental,o faz-de-conta representa uma brincadeira bastante dificil de compreender e interagir como o outro. Algumas crianças apresentam dificuldades de interação e exploração com os brinquedos.

como brincar de  faz de conta com uma criança.....
- organização do ambiente (evitar vários estimulos externos como outros brinquedos ou televisão)
-estruturação da brincadeira
- presença de um adulto no brincar  
- Tipos de brinquedos (boneco ou boneca e objetos como escova de dente, pasta de dente, sabonete, toalha, shampoo, pente, peças de roupas, panela, prato, colher, copo e  frutinhas ou comidinhas) ,telefone, carrinhos, animais, etc.
- imitar a açãoes diárias como comer, dormir, tomar banho, ir ao supermercado /padaria, dirigir o carrinho para ir á escola.
 porque algumas crianças tem dificuldade na brincadeira faz de conta?
- Dificuldade compreender este tipo de brincadeira simbólica.
- Dificuldade para interação e exploração dos brinquedos 
- É fundamental a presença do adulto como intervenção
- O adulto representa uma motivação no apoio verbal, contato afetivo, interação social e organização do ambiente.


É fundamental para desenvolvimento cognitivo e social destas crianças o apoio de um adulto para ensinar e ajudar neste tipo de brincadeira de caráter simbólico.
 
FONTE: http://johannaterapeutaocupacional.blogspot.com/
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT