ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

9 de abr de 2010

Tô De Olho lança na Abiótica 2010 o oclusor da torcida do Brasil na Copa do Mundo.

.
.
Com o objetivo de transformar o tratamento de oclusão o mais prazeroso possível para a criança, a TÔ DE OLHO lança uma nova coleção de oclusores com as cores do seu time do coração e da Seleção Brasileira.
[9/4/2010 - 11:11]

Com o objetivo de transformar o tratamento de oclusão o mais prazeroso possível para a criança, a TÔ DE OLHO lança uma nova coleção de oclusores com as cores do seu time do coração e da Seleção Brasileira. Além de estarmos nas finais dos campeonatos estaduais, já estamos vivendo o clima da Copa do Mundo 2010.

Até pouco tempo atrás era muito difícil a criança ser estimulada a realizar um tratamento de oclusão, pois os tampões convencionais machucam o rosto. Isso levava muitas vezes à desistência do tratamento pela família e como consequência uma perda de visão definitiva para aquela criança.

A TÔ DE OLHO nasceu para mudar essa história, com tampões que não machucam e divertem, com estampas coloridas e motivos infantis. Não são colados no rosto, se encaixam nos óculos para oclusão. O contato com o rosto da criança é suave e macio, não provocando alergias.

Além disso, não são descartáveis e a higienização é fácil, podendo ser utilizados muitas vezes. Assim o tratamento se torna também muito mais acessível a toda população.

Trabalhar a auto-estima da criança é fundamental nesta fase de formação, dos 4 aos 9 anos. Conquistar a criança é muito importante. É o melhor caminho para o sucesso do tratamento!

Durante a Abiótica estaremos expondo no stand da De Laurentis Rua A - 10 Pavilhão verde.
www.todeolhotampão.com.br

tel.(11)3021-9299
Fonte: Tô de Olho Tampão
http://www.opticanet.com.br/secao/pages/LerMateria.aspx?matId=4003

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT