ACOMPANHE ESSE BLOG DE PERTO!

22 de jan de 2010

O DESEMPENHO VISUAL

A Interação do sistema visuo-Óculo-motor





- A acuidade visual, A.V., pe uma medida da resolução visual, ou seja, da capacidade de discriminar detalhes. Na maior parte das vezes a acuidade visual refere-se à "acuidade de reconhecimento", uma função visual mais complexa.

- Sensibilidade ao contraste é a capacidade de detectar diferenças de brilho (luminância) entre duas superfícies adjacentes.

- O Campo Visual refere-se a uma área/espaço específico percebido pelos dois olhos.

- Adaptação no escuro nos capacita a ver em baixa luminosidade, fornecendo a "visão noturna".

- Adaptação à luz faz com que nossos olhos se acostumem à luz brilhante, evitando o deslumbramento.

- Visão de cores refere-se à capacidade de perceber e distinguir entre diferentes tonalidades de cor.

- Visão binocular resulta da coordenação simultânea das imagens percebidas dos dois olhos, levando à percepção de profundidade.

- "Percepção visual" é usada tanto para especificamente percepção visual de extensão, direção e orientação espaciais, de forma, de textura e de movimento, como para a habilidade perceptual visual total.

- As "funções óculo-motoras" desenvolvem-se simultaneamente e conjuntamente com as várias funções visuais; por exemplo, focalizar e acompanhar objetos.

FONTE: LINDSTEDT, Eva. Abordagem Clínica de Crianças com Baixa Visão. p.48-49, in VEITAMAN, Silvia. Visão subnormal - Rio de Janeiro: Cultura Médica. São Paulo: CBO: CIBA Vision, 2000. 192p. - (Manuais básicos / CBO : 17). 1. Distúrbios da Visão. Titulo I.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Muitas mudanças ocorreram nos últimos vinte anos, quando teve início a prática da Baixa Visão em nosso país. O oftalmologista brasileiro, porém, ainda não se conscientizou da responsabilidade que lhe cabe ao determinar se o paciente deve ou não receber um tratamento específico nessa área. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes atendidos e tratados permanece sem orientação, convivendo, por muitos anos com uma condição de cegueira desnecessária." (VEITZMAN, 2000, p.3)

.
.

NÃO ESQUEÇA!....

NÃO ESQUEÇA!....

FONTES PARA PESQUISA

  • A VIDA DO BEBÊ - DR. RINALDO DE LAMARE
  • COLEÇÃO DE MANUAIS BÁSICOS CBO - CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA
  • DIDÁTICA: UMA HISTÓRIA REFLEXIVA -PROFª ANGÉLICA RUSSO
  • EDUCAÇÃO INFANTIL: Estratégias o Orientação Pedagógica para Educação de Crianças com Necessidades Educativas Visuais - MARILDA M. G. BRUNO
  • REVISTA BENJAMIN CONSTANT - INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT